Adolescente alega ter sido estuprada por primo em Cidade Gaúcha

Uma mãe de Cidade Gaúcha procurou a delegacia de Polícia Civil do município para registrar boletim de ocorrência por estupro de vulnerável. A mulher denuncia um primo por ter abusado sexualmente da filha dela, uma adolescente. Segundo a vítima, os abusos teriam começado há mais de ano.

portal Umuarama News teve acesso ao boletim de ocorrência, com exclusividade.

Segundo consta na denúncia, o homem se aproveitava da boa relação com a família da vítima para a prática dos abusos sexuais e a ameaçava, caso contasse para alguém.

Ao romper a barreira do medo, a menina contou para uma prima que, era violentada há mais de ano, quando ainda tinha 13 anos de idade.

No relato, a adolescente afirma que o agressor introduzia os dedos nas partes íntimas dela e era forçada a praticar sexo oral nele, além de masturbá-lo. Para isso, a vítima disse que o denunciado “usava de pressão psicológica e de sua boa reputação entre os familiares” para que ela não contasse aos pais.

A menina ainda relatou que ele dizia “em quem eles vão acreditar?”, e quando os abusos terminavam, o agressor a mandava parar de se lamentar “para não chegar em casa chorando”.

Por fim, ela afirmou ter tomado coragem para fazer a denúncia após recentes ameaças “dizendo que conseguiria a penetração de qualquer maneira”.

A Polícia Civil investiga o caso.

(Fonte: umuaramanews.com.br)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*