JOVEM DE 21 ANOS É BRUTALMENTE ASSASSINADO EM PLENA LUZ DO DIA

Marcos Cezar Vieira, 21 anos, foi morto a tiros no início da tarde de ontem no Jardim Olímpico, zona oeste de Maringá. O crime foi testemunhado por moradores, que viram os assassinos fugindo numa moto Honda ML, de cor vermelha.
Esse foi o segundo homicídio registrado neste ano no bairro. Em março passado, um rapaz de 19 anos foi morto a tiros enquanto fumava crack dentro de uma casa em construção. O autor do crime apresentou-se dias depois e confirmou que o crime tinha relação com o tráfico.
O homicídio de ontem aconteceu por volta das 13h, instantes depois de Vieira sair de uma obra em construção na Rua Ema, onde havia ido tomar água e café.
“Ele vinha direito aqui e até me chamava de pai”, contou o mestre de obras Pedro Santana, 48, que escutou os estampidos e presenciou o rapaz cambaleando pela Rua Rouxinol.
Ainda sem saber o que havia acontecido, Santana disse que correu em direção ao jovem e ajudou a amparar a cabeça dele até a chegada da equipe do Corpo de Bombeiros. Atingido com tiros no braço, costela e abdome, Vieira morreu antes da chegada dos socorristas.
Avisado do ocorrido, o pai adotivo da vítima, Argemiro Vieira, 53, chegou minutos depois e deparou com o filho caído sobre a calçada. Santana ainda estava ao lado do corpo, protegendo-o com um guarda-chuva emprestado por uma moradora do bairro. Vieira permaneceu agachado ao lado do cadáver, parecendo não acreditar na cena que estava diante de seus olhos.
À Polícia Civil, confirmou que o filho era usuário de droga. “Ele fumava uns cigarrinhos, mas não fazia mal a ninguém”, disse ele, acrescentando que o filho não estava sendo ameaçado.

(Informações e foto O DIARIO)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*