Iniciativa distribuirá calcinhas para mulheres em vulnerabilidade social

Quando paramos para pensar o que as pessoas normalmente fazem com a roupa íntima que não usa mais, o que vem à mente da maioria é o descarte. Poucos cogitam a possibilidade de higienizá-la e doá-la para quem precisa. Diante da realidade de muitas mulheres que não possuem condições financeiras para comprar uma calcinha básica, a parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Crianças e Adolescentes e a empresa de Lingerie Karícia Moda Íntima distribuirá 600 unidades para o público atendido pelo programa “Combate e Erradicação da Pobreza Menstrual”.

“Na ocasião em que começamos a distribuição de absorventes higiênicos para as mulheres com ciclo menstrual ativo, pertencentes a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social, percebemos que muitas tinham a carência da calcinha. Então, entramos em contato com a empresa, explanamos o problema e nesta quarta-feira [03] estamos recebendo essa doação. Por isso, agradecemos à Karícia por ter se sensibilizado com a causa”, destacou a secretária da pasta, Fernanda Michelato Spagolla Silva, acrescentando que na próxima sexta-feira (05), as lingeries já serão distribuídas em ação no bairro Aquiles Cômar.

“Para nós, foi um prazer participar desta iniciativa. Contamos com o apoio da Malharia Princesa, de Joinville (SC), que doou o tecido utilizado na confecção das peças. Então, entramos com a mão de obra e os aviamentos. Quando comentamos com as costureiras que as calcinhas seriam doadas para mulheres em vulnerabilidade social, elas ficaram muito entusiasmadas”, afirmou a proprietária da Karícia, Rosana Bortolossi Ribeiro. A empresa ainda repassará 250 unidades para a entidade Rainha da Paz e 150 para a ONG Ensina-me a Viver.

(Fonte/Agência: Secretaria de Comunicação Social)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*