Denarc Maringá estreia o NOC, o Núcleo de Operações com Cães

Com a ajuda do Conselho Comunitário de Segurança, o Denarc, Divisão Estadual de Narcóticos, conseguiu estruturar um núcleo para o treinamento e estadia de cães de faro. Um reforço importante, a Polícia Militar já conta com o ‘Choque Canil’ e Maringá era uma das poucas cidades em regiões estratégicas no Paraná sem um Núcleo de Operações com Cães (NOC), ligado ao Denarc.

Por enquanto, Maringá terá apenas um cão de faro: o pastor alemão Chris, ou Chris Cornell, em homenagem ao vocalista do Audioslave. Chris estreou nesta sexta-feira, 25, numa operação em Rondon e ajudou a apreender 11 quilos de crack.

A ideia é que o NOC de Maringá tenha mais cães de faro. Mas isso depende da contratação de policiais que tenham habilidade e gostem de animais.

“A princípio a gente vai trabalhar só com um por enquanto, que já atende bastante as nossas necessidades, a gente vai conseguir apoio. Futuramente, quando a gente conseguir mais pessoas, mais policiais, até porque precisa ser alguém que tenha aptidão e goste daquela área. Porque ele tem que ter uma afinidade muito grande com o cachorro, ele tem que dedicar, é o tempo todo os dois juntos. E o cachorro tem que ser estimulado o tempo todo, então não dá pra ser qualquer pessoa, tem que ser uma pessoa muito técnicas e que goste do que tá fazendo”, explica o delegado da Denarc, Leandro Roque.

Os outros núcleos de operações com cães da Denarc estão localizados em Curitiba, Laranjeiras do Sul, Pato Branco e Cascavel.

(Fonte: gmconline.com.br)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*