Mortes por problemas cardiovasculares aumentam 20% desde o início da pandemia no Paraná

As mortes em casa por problemas cardiovasculares aumentaram 20% desde o início da pandemia do novo coronavírus no Paraná.

Esse dado é de um levantamento feito pelo Bom Dia Paraná, com base em uma pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

16 de março a 31 de maio

Entre 16 de março e 31 de maio deste ano, foram 904 mortes. No mesmo período de 2019, foram 753.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, muitas pessoas têm deixado de procurar atendimento quando sente os primeiros sintomas de infarto em casa. Então, quando vão buscar atendimento, a situação já se complicou.

Com medo de pegar a Covid-19, as pessoas têm ido menos aos hospitais, e o quadro clínico acaba se agravando em casa.

No Brasil

Em todo o país, também houve crescimento. Nesse período, em 2020, a Sociedade Brasileira da Cardiologia registrou 15.847 mortes.

De 16 de março a 31 de maio do ano passado, foram 11.990 mortes – ou seja, um aumento de 32%.

Conclusão

Na conclusão da pesquisa, a Sociedade Brasileira de Cardiologia reiterou que – aos primeiros sintomas de dor no peito, formigação principalmente no braço esquerdo e essa dor irradiando para as costas – deve-se procurar atendimento médico.

Os hospitais têm alas separadas para Covid-19 e outros atendimentos.

(Fonte: g1.globo.com)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*