Polícia procura bando que aplicava golpes durante venda de panelas e outros utensílios domésticos

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas desta quarta-feira (24), para cumprir dez mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão contra uma associação criminosa suspeita aplicar golpes durante a venda de utensílios domésticos. O bando é suspeito de mais de 13 crimes ocorridos entre os meses de fevereiro e maio.

As ordens judiciais estão sendo cumpridas, de forma simultânea, na capital paranaense e nos municípios de Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, Piraquara e São José dos Pinhais, todos pertencentes à Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Uma das buscas ainda está sendo cumprida em Embu das Artes, no estado de São Paulo.

De acordo com as investigações, os indivíduos ofereciam os produtos de porta em porta, em Curitiba e RMC. Os indivíduos se dividiam em três equipes para a realização dos crimes. Uma equipe usava um Ford Fusion, outra, um Fiat Pálio, e última atuava com Fiat Punto, este supostamente com indícios de adulteração de placas.

O golpe se consumava da seguinte maneira: os suspeitos ofereciam lençóis, panelas, toalhas e demais utensílios para a casa, aceitando apenas cartão de crédito como forma de pagamento. Quando a vítima inseria o cartão e digitava sua senha, era simulada uma falha na transação. E após isso repetida a operação diversas vezes, inclusive, com valores mais altos do que os cobrados pelos produtos.

Quatorze pessoas já registraram Boletim de Ocorrência contra os golpistas. A PCPR ressalta que existem outras dezenas de vítimas, que relataram situações semelhantes, que aguardam apenas para fazer o reconhecimento dos criminosos. Todas elas relataram situações iguais. Além disso, outras vítimas do bando podem aparecer. Há suspeitas que o bando tenha agido na região de Cianorte.

(Fonte: www.bandab.com.br)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*