Balanço mensal da 5ª CIPM apresenta resultados positivos durante o mês de maio

Durante a pandemia, os números apresentados pela 5ª CIPM continuam se mostrando positivos, com um aumento de prisões por tráfico de drogas e apreensões de armas de fogo e uma redução nos índices de furto e roubo.
No mês de Maio, foi desencadeada em todo o Estado a Operação Ostensividade II, visando fiscalizar o cumprimento da Lei Estadual nº 20189 – 28 de abril de 2020, que obriga o uso de máscara por todas as pessoas que estiverem fora de sua residência enquanto perdurar a pandemia do coronavírus SARS-CoV-2.
Desta forma, foi intensificado o patrulhamento, orientações e abordagens às pessoas em espaços públicos e estabelecimentos comerciais, resultando em um aumento significativo no número de prisões por tráfico de drogas. Em 2018, foram registradas 05 prisões por este delito, seguidas de 25 em 2019 e 47 em 2020.
Além disso, o serviço continuado realizado pela 5ª CIPM se mostrou efetivo também na apreensão de armas de fogo, apresentando um aumento no ano de 2020, com 13 armas apreendidas, quando comparado ao ano de 2019, com quatro armas. Em 2018, cinco armas foram retiradas de circulação, no mesmo período analisado.
Como resultado do patrulhamento preventivo e ostensivo houve uma considerável redução dos índices de furto e roubo comparados aos anos de 2018, 2019 e 2020 no mês de maio.
Em maio de 2020 houve uma queda de -50% nos índices de roubo quando comparados ao mesmo período do ano anterior, seis registros em 2020, e 12 em 2019. Quando comparado ao mês de maio de 2018, essa redução foi ainda maior, -80,6% (31 registros em 2018).
Também houve uma redução para o crime de furto em relação a 2019 (-30,5%), 66 registros deste delito em maio de 2020 e 95 no mesmo período de 2019. Ao realizar esse comparativo entre os anos de 2020 e 2018, a redução foi de -42,1%, 114 casos de furto atendidos pela Unidade. O Comando da 5ª CIPM reforça que os policiais da Unidade continuam, mesmo em meio a pandemia, prestando todo atendimento à população, com o objetivo de combater a criminalidade e reduzir os índices criminais em toda a área atendida.
(Fonte – Comunicação Social da 5ª CIPM)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*