POLÍCIA MILITAR APREENDE COCAÍNA EM RESIDÊNCIA E DUAS PESSOAS SÃO ENCAMINHADAS PARA A DELEGACIA EM CIANORTE

Policiais militares de Cianorte realizaram a apreensão de várias porções de cocaína e encaminharam duas pessoas para a Delegacia de Polícia. A apreensão ocorreu por volta das 21h50, dessa terça-feira (02), quando a equipe estava em patrulhamento e visualizou dois indivíduos em atitude suspeita na praça Antônio Carlos Assunção.

Ao perceberem a aproximação da viatura, os dois suspeitos tomaram sentido opostos, um se dirigiu a um estabelecimento comercial e outro saiu correndo sentido a outro estabelecimento comercial. A equipe percebeu também que, antes da chegada da viatura, um deles retornou para a praça, sendo abordado e identificado como um homem de 26 anos. Após ser revistado, nada de ilícito foi encontrado. Na sequência, o segundo indivíduo também retornou ao local, sendo submetido a busca pessoal, e nada de ilícito foi localizado.

Diante a suspeita de o indivíduo ter dispensado algo, foi realizado varredura no terreno próximo, mas nada foi localizado. O maior já possui passagens pelo crime de tráfico, encontra-se em monitoramento eletrônico, porém no momento da abordagem a tornozeleira estava desligada (sem bateria). A equipe já possuía informações que o mesmo estaria realizando o comércio de tráfico de drogas “cocaína´´ em sua residência, foi solicitado apoio de outra viatura, sendo que as viaturas Rotam, deslocaram até a casa dele, situada na Avenida Maranhão, onde foi realizado um cerco policial, e foi visualizado por um dos policias, que uma moça de 15 anos, jogou um objeto de cor branca pela janela, sendo posteriormente constatado possuir em seu interior nove porções de cocaína, envolvidas em plástico branco, e lacradas com fita isolante de cor preta.

Após apanhado a substância, a equipe no local fez contato com a mãe do maior, a qual franqueou a entrada da equipe na residência, e após revista domiciliar nada mais foi localizado.

Na residência também se encontrava a adolescente, esta que foi vista jogando o objeto pela janela, tendo ela relatado aos policiais que seu tio, ao sair da residência, deixou o objeto contendo em seu interior o entorpecente dentro da bolsa dela, e disse que se chegasse algum policial era para ela se desfazer do conteúdo, que então quando ela percebeu a presença policial, e se desfez jogando pela janela. A jovem disse ainda que não iria assumir o “b.o´´ do tio.

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*