Morre segundo elemento que participou de assalto e sequestro na região

Morreu no Hospital Universitário de Maringá (HUM) na madrugada de hoje (03), o segundo elemento baleado em confronto com a polícia após um roubo seguido de sequestro em Cambira.

Na tarde de ontem, 02, Paulo César de Oliveira Santos, 30 anos, já havia sido morto após abrir fogo contra policiais militares em Mandaguari.

O cerco policial começou na avenida Colombo próximo a Vila Morangueira em Maringá, após a família do gerente de uma agência do banco Itaú de Cambira (47 quilômetros de Maringá) ter sido feita refém durante uma tentativa de assalto ao banco. Os criminosos invadiram a casa do gerente e fizeram ele e a família reféns.

Os bandidos foram até a agência com o gerente e o obrigaram a abrir o banco. Eles mantiveram sob cárcere a esposa e o filho dele de apenas seis anos. Um suspeito de 19 anos, identificado como Gabriel Jorda Ferreira Cândido, foi detido ainda em Cambira e conduzido para a 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana.

Os criminosos não conseguiram roubar dinheiro.

(Fonte: Portalpingafogo.com.br)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*