Funcionários de frigorífico denunciam empresa por trabalho escravo; homens trabalhavam mais de 12 horas por dia

Dez funcionários denunciaram uma empresa por trabalho escravo, na manhã desta quarta-feira (6), em Maringá. Os trabalhadores disseram que são mantidos em uma rotina de trabalho excessivo, das 05h30 às 20h00.

Os profissionais alegam que não há intervalos para refeição após o almoço e que são maltratados pelos superiores. Outros servidores também reclamam e dizem que geralmente não tem horário para sair, mas que se decidem ir embora, ainda tem o dia descontado da folha de pagamento.

O frigorífico está localizado entre Maringá e Paiçandu. O Ministério do Trabalho está ouvindo os trabalhos e deve notificar a empresa.

Colaboração Índio Maringá/Rede Massa
(Fonte: Massanews.com)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*