Em Cianorte, mais de 1.700 famílias ainda não retiraram o kit para sinal digital de TV

A distribuição é gratuita para beneficiários de programas sociais do Governo Federal e será encerrada em 30 dias

Com o desligamento do sinal analógico de televisão, realizado nessa quarta-feira (28), em155 municípios paranaenses, a transmissão dos canais de TV aberta passa a ser feita exclusivamente através do sinal digital. Com isso, os televisores de tubo e os de plasma ou LCD com fabricação anterior a 2010 precisam de um conversor para continuar tendo acesso à programação aberta. Em Cianorte e distritos, 1.738 pessoas que têm direito a um kit gratuito, composto por antena, conversor e controle remoto, ainda não o retiraram. O número corresponde a 28% das 6.231 unidades colocadas à disposição da população de baixa renda do município, pela ONG Seja Digital, empresa responsável por operacionalizar a migração do sinal no Brasil.

A distribuição começou em julho e continuará por mais 30 dias. Podem ser contempladas as famílias beneficiárias de programas do Governo Federal, como o Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social, BPC, entre outros, que estejam com o CAD-Único ativo. Para verificar se tem direito ao kit e fazer a solicitação é preciso ligar (gratuitamente, até mesmo pelo celular) na Central de Atendimento, pelo telefone 147 ou acessar o site www.sejadigital.com.br/kit e, em ambos os casos, informar o CPF ou o Número de Identificação Social (NIS) para realizar o agendamento para a retirada na agência dos Correios.  “Caso a pessoa não consiga efetuar um desses procedimentos, pode procurar por ajuda em um dos CRAS”, afirma a secretária de Assistência Social, Marlene Bataglia.

O CRAS I está localizado na Praça Olímpica Marcos Danilo Padilha, 236, na Zona 4 (Centro Social Urbano) e o CRAS II na Rua Capixingui, 75, no Cianortinho. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. “A Prefeitura apoia a Seja Digital nesta ação, pois entende que a distribuição dos kits gratuitos é de suma importância para promover, às famílias que não têm condições de adquirir os aparelhos, a continuidade de acesso à informação e ao entretenimento proporcionados pela televisão que, muitas vezes, é o único meio de comunicação existente nos lares dessas pessoas. Assim, orientamos para que, quem ainda não realizou a solicitação, faça o mais rápido possível”, ressalta a secretária, lembrando que as entregas serão encerradas pela empresa em 30 dias.

(Fonte: Assessoria de Comunicação)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*