Na reta final, vacinação contra Pólio e Sarampo tem horário estendido em Cianorte

De quarta (29) a sexta-feira (31), Unidades Básicas de Saúde atenderão até às 19h

Em todo o Brasil, 11,2 milhões de crianças com idade entre um e cinco anos devem ser imunizadas contra o Sarampo e a Poliomielite até o final desta semana, quando será encerrada a Campanha Nacional de Vacinação. A meta do Ministério da Saúde é atingir, pelo menos, 95% do público-alvo. Em Cianorte, a cobertura vacinal está em 93% e, para incentivar a adesão da população, a Secretaria Municipal de Saúde elaborou um cronograma especial de atendimento: de quarta (29) a sexta-feira (31) as Unidades Básicas de Saúde atenderão até às 19h – com exceção da do distrito de Vidigal, que cumprirá o horário normal de expediente, que encerra às 17h.

“O horário de atendimento foi estendido como estratégia para atingir aqueles que, pelos compromissos do dia a dia, não conseguem levar seus filhos à UBS durante o expediente. Por isso, pedimos para que não percam a oportunidade e garantam a proteção das crianças contra essas doenças”, destaca a secretária municipal de Saúde, Michelly Viguiato Pricinotto. Do total, que corresponde a 3.701, faltam ser vacinadas 291 contra a Pólio e 262 em combate ao Sarampo. Para receber a dose, basta comparecer a UBS mais próxima da residência e apresentar a caderneta de vacinação.

O país erradicou a Poliomielite em 1994; já o certificado de eliminação do Sarampo havia sido alcançado em 2016, no entanto, atualmente, enfrenta dois surtos de da doença: um em Roraima e outro no Amazonas, que somam 1.428 casos confirmados e mais de mil em investigação. “Por isso, a imunização torna-se mais importante e imprescindível, visto a circulação do Sarampo no nosso território e a ameaça da Pólio, que leva à paralisia incurável e ainda está presente em alguns países”, salienta a chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloisa Dantas.

ADULTOS – Embora a campanha seja voltada a vacinação do público infantil, os adultos que não se imunizaram contra o Sarampo durante a infância também podem aproveitar o horário especial de atendimento. Para quem tem até 29 anos, a recomendação é de duas doses da vacina. Já para aqueles que possuem entre 30 e 49 anos, a indicação é uma dose. Pessoas com 50 anos ou mais que não possuem registro vacinal e que quiserem se proteger ou forem viajar para área de risco, devem receber uma dose. É necessária a apresentação dos documentos pessoais.

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*