Prefeitura conclui obras de combate à erosão na Estrada da Linha Férrea

Foram aproximadamente 800 caminhões de terra para a construção do aterro

Desde o ínicio do mês de julho, moradores de localidades próximas à Estrada da Linha Férrea, entre Cianorte e o Distrito de Vidigal, perceberam uma grande movimentação de caminhões e maquinários. O sistema responsável pela captação de água da chuva foi danificado pela erosão que se formou no local, devido à forte ação das chuvas que atingiram o município, há aproximadamente 90 dias, em toda a região noroeste, e que provocaram inúmeros transtornos. Os trabalhos de recuperação do local foram feitos através de parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, e a Cooperativa Agroindustrial (Cocamar).

A primeira etapa dos serviços teve início na segunda quinzena de julho, com a reconstrução do emissário de dissipação de água e a recuperação da galeria, obras executadas pela cooperativa. Já no início da semana passada, a Prefeitura começou os trabalhos para a recomposição do solo, com a reparação da terra. A conclusão dos serviços ocorreu na tarde desta quinta-feira (02).

“A galeria é responsável pela captação de água da chuva que começa nas moradias localizadas na Vila Rural Nossa Terra, passando pela Cocamar, até chegar ao corrego Carandaí. Devido ao grande volume de água que se formou no local, a tubulação não suportou e acabou provocando uma enorme erosão”, relatou o secretário da pasta, Allan Marchini. “Foram necessários aproximadamente 800 caminhões de terra para a construção do aterro. Após a Cocamar concluir o trabalho inicial, agimos o mais rápido possível para conter esse processo erosivo e assim preservar o meio ambiente, pois havia a previsão de fortes chuvas para este final de semana”, completou Allan.

(Fonte: Assessoria PMC)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*