Forças integradas recebem Instrução de Salvamento Veicular em Cianorte

O treinamento visa integrar as equipes de socorro e padronizar protocolos de atendimentos em acidentes.

Com a participação de 54 integrantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Rodoviária e Samu, está sendo realizado na sede do 2° Subgrupamento de Cianorte, uma Instrução de Salvamento Veicular. O treinamento, que se iniciou na manhã desta segunda-feira (04), segue com instruções teóricas e práticas até a próxima sexta-feira (08).

A instrução tem como objetivo padronizar protocolos de atendimentos integrados; demonstrar através de atividade teórica e prática as características peculiares do salvamento veicular com vítimas presas em ferragens; e realizar a integração com demais órgãos de atendimento ao trauma em emergência, nos acidentes automobilísticos que envolvam vítimas presas em ferragens.

O conteúdo que está sendo trabalhado durante o treinamento leva em conta fatores primordiais, como o protocolo de atendimento; resgate em veículos; extração e imobilização; e acidente com múltiplas vítimas. No treinamento os profissionais serão instruídos sobre como identificar melhores abordagens para extrair as vítimas em ocorrências de grande complexidade, evitando movimentações desnecessárias que possam causar lesões adicionais, aumentando assim a segurança da operação tanto para as vítimas quanto para os bombeiros.

Para o comandante do 2° Subgrupamento de Bombeiros de Cianorte e instrutor do treinamento, capitão Cézar Perdoncini, a finalidade da instrução é atualizar as equipes dos diversos órgãos que atuam no resgate veicular com as novas técnicas, ação em conjunto e definição das funções de cada integrante das equipes de socorro durante o atendimento às vítimas. “Estaremos ministrando sobre as técnicas utilizadas para desencarceramento de vítimas, com a utilização dos atuais equipamentos disponíveis, bem como os novos equipamentos que estão sendo adquiridos para a corporação. A soma de forças de todas as equipes que são acionadas para uma ocorrência, contribui para um resgate eficaz, onde as mais beneficiadas são as vítimas”, ressaltou o capitão.

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*