Por ciúmes, homem é acusado de matar a ex-mulher com golpes de madeira e faca

Um homem foi preso por policiais militares acusado de matar a ex-convivente com golpes de pau e faca. O crime aconteceu na noite deste sábado (21) em Paranacity-PR.

Segundo as informações, a mulher havia se separado a oito meses e estava em baile que estava ocorrendo em um clube da cidade, quando foi vista pelo ex-companheiro. A vítima então resolveu ir embora e pegou carona com um conhecido, mas o homem, que foi avisado por um amigo, pegou seu carro e chegou na casa da vítima antes dela e se escondeu.

O homem então aguardou a chegada da mulher e quando a vítima chegou de carro, com o conhecido, o assassino, que estava de capuz, atirou um pedaço de caibro no para-brisa do veículo, atingindo o motorista no rosto. O condutor do carro saiu em disparada e procurou atendimento médico no pronto socorro municipal.

Então, assassino começou uma discussão com a ex-mulher e acabou por agredi-la com um pedaço de caibro e a esfaqueou, matando-a no local.

Momentos após o crime, policiais militares estavam em patrulhamento e tentaram fazer uma abordagem de um veículo Fiat/Uno, que não obedeceu a ordem de parada, desenvolvendo alta velocidade. Foi então feito um acompanhamento tático, até que o mesmo colidiu o veículo em uma placa de sinalização no cruzamento da avenida Eid com a rua São Paulo.

Os policiais então deram voz de abordagem e no momento que o sujeito saiu do carro, estava sujo de sangue no rosto, braços, mãos e roupas. Ao ser questionado, o mesmo confessou ter acabado de esfaquear sua convivente, identificada como, Neuza da Silva Santos.

A equipe da PM deslocou até o endereço repassado pelo homem, identificado como José Francisco, na Rua Bolívia, e lá, encontrou a mulher caída de bruços no corredor externo da casa.

O corpo de Neuza da Silva Santos apresentava perfurações na cabeça e pescoço. Foi então acionado a ambulância do Hospital Municipal de Paranacity, que chegou e constatou que a mulher já estava sem vida.

Após mostrar onde teria jogado a faca, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia, juntamente com a arma do crime.

O corpo de Neuza foi recolhido e encaminhado ao IML para exames e posteriormente, liberado para a família.

(Fonte: www.roynews.com.br)

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*