Duplicação da PR 323 terá início com trecho entre Paiçandu e Doutor Camargo

A partir do próximo dia 13 de março, terça-feira, estará disponível o edital de licitação para a duplicação do trecho de aproximadamente 20km da PR-323, entre Paiçandu e Doutor Camargo. A obra é uma prioridade muito aguardada pela população de todo o noroeste do estado, intermediada pelo deputado estadual Jonas Guimarães (PSB) e outras autoridades que representam a macrorregião na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O atraso na duplicação da PR-323, conhecida como ‘rodovia da morte’, vinha se arrastando desde 2016, quando o governo do estado – via Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná (DER-PR) -, rescindiu a parceria público-privada (PPP) com a empreiteira responsável pela obra, uma vez que esta empreiteira foi citada nos escândalos da Lava-Jato.

Nesse novo processo, a escolha pelo trecho de 20km é estratégico, para agilizar a obra, fracionada em trechos menores. “Mesmo diante de todos os desafios que tivemos, felizmente estamos chegando no momento de concretizar essa importante obra. Os custos para esta etapa da duplicação são de R$ 200 milhões.

Essa é uma luta e um desejo de toda nossa população”, concluiu Jonas Guimarães.

PR 323

O governador Beto Richa (PSDB) afirma que o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) finaliza alguns processos administrativos, visando lançar a licitação do Lote entre Paiçandu e Doutor Camargo nos primeiros quinze dias de março.

Richa destaca que neste primeiro semestre acontecerá a licitação do próximo lote, abrangendo cerca de 4km de duplicação no perímetro urbano de Umuarama.

Outro trecho em negociação com o consórcio Rota das Fronteiras totaliza 20,8 km, entre Doutor Camargo e Jussara. Porém, para duplicar toda a extensão entre as duas cidades, faltariam 4km da variante do Rio Ivaí, dependendo da licitação do projeto. Também o DER-PR analisa a possibilidade de duplicar 20,2km no perímetro urbano de Cianorte.

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*