Homem de 42 anos é preso suspeito de de abusar sexualmente do filho portador de necessidades especiais

Um homem de 42 anos que havia sido detido na última quarta-feira (20), e foi liberado logo após por ter negado as acusações de estupro contra seu próprio filho, que é portador de necessidades especiais, foi preso novamente no início da noite desta sexta-feira (22), através de um mandado judicial.

Denúncias anônimas levaram os policiais militares ao Jardim Santa Izabel, em Japurá, informando que estaria ocorrendo agressões contra crianças que estariam em uma residência.

Ao chegarem no local, os policiais encontraram o pai, e este confirmou que havia agredido seu filho de 13 anos de idade. Já com a presença de conselheiros tutelares, o garoto de 13 anos contou que o pai estaria abusando sexualmente de seu irmão de 14 anos, que é portador de necessidades especiais.

Ao ser ouvido pelos policiais, o homem negou as acusações de abuso e no momento foi liberado para que fosse ouvido no inquérito que seria instaurado.

O caso então foi atendido pela Delegacia da Mulher, que juntamente com o Ministério Público, solicitaram um mandado de prisão contra o homem, o que foi prontamente expedido pela Comarca de Cianorte, e cumprido por policiais militares de São Tomé nesta sexta-feira (22).

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a 21ª Subdivisão de Polícia Civil de Cianorte, para as providências cabíveis.

Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*